Início CALUMBI Calumbi: TCE-PE recomenda rejeição das contas de 2018 de Sandra da Farmácia

Calumbi: TCE-PE recomenda rejeição das contas de 2018 de Sandra da Farmácia

Publicado às 10:03 desta terça-feira (15).

A segunda Câmara do Tribunal de Cotas do Estado de Pernambuco (TCE-PE), decidiu em sessão realizada no último dia 10 de dezembro, presidida pelo Conselheiro, Marcos Loreto, relator do processo, à unanimidade, emitir Parecer Prévio recomendando à Câmara Municipal de Calumbi a rejeição das contas da prefeita do município, Sandra de Cacia  Pereira Magalhães Novaes Ferraz, a Sandra da Farmácia (PT), relativas ao exercício financeiro de 2018.

O Tribunal ainda determinou, com base no disposto no artigo 69 combinado com o artigo 70, inciso V, ambos da Lei Estadual nº 12.600/2004, ao atual gestor do(a) Prefeitura Municipal de Calumbi, ou quem vier a sucedê-lo, que atenda, nos prazos indicados, se houver, as medidas a seguir relacionadas:

Estabelecer na proposta de Lei Orçamentária limite de autorização de abertura de créditos adicionais de tal forma que não seja descaracterizado o caráter de planejamento de aplicação de recursos nas políticas públicas aprovadas pelo Legislativo;

Elaborar a Programação Financeira o Cronograma Mensal de Desembolso considerando o comportamento das receitas e despesas ao longo do ano, mediante análise do histórico de exercícios anteriores, identificando as sazonalidades à qual a receita e a despesa se submete;

Especificar na programação financeira as medidas relativas à quantidade e valores de ações ajuizadas para cobrança da dívida ativa, bem como a evolução do montante dos créditos tributários passíveis de cobrança administrativa;

Diligenciar para que não haja deficit de execução orçamentária nos próximos exercícios mediante verificação constante dos instrumentos de planejamento e controle, atentando para a necessidade de limitação de empenho nos casos em que a receita não se realizar conforme previsto no orçamento; 

Diligenciar junto ao serviço de contabilidade e ao controle interno a fim de atentarem para a completude e consistência da documentação, informações e demonstrativos enviados na prestação de contas; 

Registrar em notas explicativas do Balanço Patrimonial os critérios que fundamentaram seus registros, incluindo as fontes que apresentam saldo negativo no Quadro Superávit /Deficit Financeiro, e o montante das provisões matemáticas lançadas no Passivo;

Constar no Relatório de Gestão Fiscal, quando da extrapolação dos limites com a DTP, as medidas adotadas para a redução e controle da despesa total com pessoal; 

Adotar medidas de controle, com a finalidade de evitar a assunção de compromissos quando inexistirem recursos para lastreá-los, evitando a inscrição de restos a pagar sem disponibilidade de recursos para sua cobertura; 

Abster-se de empenhar e vincular despesas aos recursos do FUNDEB quando não houver lastro financeiro, evitando comprometer as receitas do exercício seguinte;

Realizar estudos e levantamentos necessários com a finalidade de adotar medidas que visem ao equilíbrio do sistema previdenciário, incluindo a análise de sua viabilidade, tendo em vista que a solução proposta para solucionar o problema do deficit atuarial, mediante instituição de alíquota suplementar crescente, não se sustenta à luz da Lei de Responsabilidade Fiscal;

Aperfeiçoar os procedimentos relacionados à qualidade da informação posta à disposição do cidadão, disponibilizando integralmente o conjunto de informações exigido na Constituição Federal, LRF, Lei nº 131/2009, Lei nº 12.527 /2011(LAI).

O voto do relator foi acompanhado pelo Conselheiro Carlos Porto e pela Conselheira Tereza Duere.(As informações são do Blog do Nill Júnior).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

Most Popular

Márcia Conrado afirma que Serra Talhada será um Centro de Referência de Olhos em Pernambuco

A prefeita de Serra Talhada Márcia Conrado, disse em entrevista no programa farol de notícias neste sábado (09), que o município caminha para se tornar referência na realização de cirurgias de catarata e retina no estado de Pernambuco.

Bebê residente em Santa Cruz precisa de aparelho para sobreviver

Nessa quarta-feira (6), Eliane da Costa Silva, 32 anos, moradora do Sítio Carrapicho, localizado em Santa Cruz da Baixa Verde, no Sertão do Pajeú, entrou em contato com o Farol para fazer um pedido de ajuda. Sua filha Kauane Vitória do Nascimento, de apenas 3 meses, nasceu com uma má formação que a impede de se alimentar sozinha. Kauane precisou passar pelo o procedimento de traqueostomia com apenas um dia de vida e agora é dependente de um aparelho que a auxilia na alimentação. Esse aparelho custa R$ 3 mil e a família não tem como comprar.

Em 40 dias, Santa Cruz da Baixa Verde registra aumento de 60% nos casos da Covid-19

A preocupação com o aumento dos casos da Covid-19 assusta a população dos municípios brasileiros, Santa Cruz da baixa Verde no Sertão do Pajeú, registrou nos últimos 40 dias um crescimento de 60% nos casos da doença.

Os desafios que esperam Irlando Parabólicas em 2021

Eleito com 53,66% dos votos válidos em um processo eleitoral disputado na capital da rapadura, Irlando Parabólicas conseguiu pela primeira vez após 16 anos de espera, alcançar o sonho de governar sua terra natal.